Todo mundo muito pobre!

A professora pede uma redação sobre “A família pobre”. A garotinha, filha de banqueiro, escreve: “Naquela casa, todo mundo era pobre. O pai era pobre, a mãe era pobre, a filhinha era pobre, o mordomo era pobre, o jardineiro era pobre, o motorista era pobre, a cozinheira era pobre, a babá era pobre…”. (retirado de Os humores da língua – S. Possenti)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s